Dicionário de Construção

Drenagem do solo na construção civil: o que é e por que é importante

Quando se fala em drenagem de solo já é possível inferir do que esse processo se trata: escoar, ou retirar a água presente no local. Entretanto poucos sabem porque fazer isso é importante e, muitas vezes, essencial para uma obra.

Então, veja a seguir mais sobre o que é drenagem do solo, quais os tipos de drenagem existentes e como drenar água de um terreno.

Drenagem de terreno: por que fazer?

Quando a fundação de uma obra está a ponto de ser iniciada, muitas vezes o solo do terreno onde a construção será edificada está encharcado ou possui uma quantidade de água que ultrapassa a cota recomendada. Isso se deve muitas vezes à elevada precipitação no local, à presença de nascentes subterrâneas ou até tubulações de esgoto quebradas.

Nesses casos, a drenagem do solo é necessária para evitar problemas como a instabilidade da escavação, o desmoronamento do talude, e até consequências mais graves, como o deslizamento de terra e alagamentos em centros urbanos, pois a água altera o equilíbrio das terras.

Além das modificações geológicas, a falta de drenagem pode gerar uma umidade excessiva e infiltrações na casa, edifício ou qualquer tipo de construção que for erguida no local. Essa situação pode não apenas dificultar como, em alguns casos, completamente inviabilizar a obra, portanto é necessário investir em um projeto de drenagem adequado.

Tipos de drenagem

A drenagem do solo pode ser feita de diversas formas, as mais comuns são:

  • Canais
  • Tubos
  • Valas
  • Fossos
  • Túneis

Os tipos de drenagem podem ser naturais, utilizando rios, córregos ou outros encaminhamentos orgânicos que passam pelo local; ou artificiais, envolvendo os métodos citados acima. A maneira mais indicada para cada caso irá depender das suas circunstâncias, por isso é obrigatório realizar uma análise prévia antes de realizar qualquer projeto de drenagem.

Para realizar uma drenagem de terreno eficaz, é preciso efetuar um estudo completo da topografia do terreno, que envolve:

  • Delimitar a região afetada.
  • Descobrir a origem da água em excesso.
  • Realizar um levantamento acerca do lençol freático e do solo da área (investigando seu tipo, por exemplo, argila tende a reter mais umidade, por sua macroporosidade e condutividade hidráulica).
  • Verificar a elevação do terreno (pois o sistema de drenagem pode ser posicionado inclinado para a região mais baixa, para facilitar o escoamento).

Toda essa investigação será necessária para posteriormente realizar o cálculo de drenagem. É com base nele que será possível estabelecer o melhor layout e espaçamento correto dos tubos para a o escoamento da água.

Drenagem superficial

Um dos métodos mais comuns de drenagem do solo, a drenagem superficial consiste na captação seguida pelo escoamento superficial das águas da chuva, de edifícios ou rodovias. No último caso, o projeto de drenagem deve ser realizado em conformação e em conjunto com os responsáveis pelo projeto viário.

Por essa razão é importante confiar as obras a uma empresa séria e com tradição no mercado, para evitar consequências futuras que afetem toda a população. A Estrutural Construtora possui uma presença significativa no setor de engenharia civil, sendo conhecida por seu alto nível de excelência alinhado aos padrões internacionais e reafirmado por seu extenso portfólio.

o que é drenagem do solo

A partir da drenagem superficial, a água restante das chuvas é conduzida pelo canal drenante a fim de evitar seu acúmulo indevido. Dentre os métodos mais utilizados no contexto urbano estão a aplicação de manilhas – isto é, tubos de concreto de captação e transporte de águas – poços de visitas e bocas de lobo.

No âmbito domiciliar, muitos optam por uma vala aberta (que deve ter no mínimo 12 cm de profundidade), pela trincheira Gravel (preenchida com cascalho e posteriormente coberta com terra vegetal e grama), ou pela instalação de tubos de drenagem (idealmente com ao menos 12 polegadas de diâmetro).

A eficácia de cada um dos tipos de drenagem irá variar de acordo com o cunho e grau do problema. Em determinadas situações pode se fazer necessário adotar mais de um mecanismo de drenagem do solo para se livrar e evitar o excesso de água no futuro, por isso a análise prévia é fundamental. Assim como investir em empresas sérias e com larga experiência, como a Estrutural Construtora, que conta com centenas de quilômetros de estradas pavimentadas e múltiplas obras de infraestrutura, saneamento e de habitação, sempre prezando pela alta qualidade e excelência das obras que entrega.

Grupo Estrutural / Todos os Direitos Reservados